Mamoplastia redutora – Redução das mamas

A redução mamária remove o excesso de gordura, glândula e pele para que se possa atingir um tamanho ideal e proporcional ao seu corpo, aliviando o peso excessivo que prejudica a postura e causa dores na coluna e desconforto nos ombros devido ao peso do soutien.


O que é uma redução mamária?

Também conhecida como mamaplastia redutora, remove o excesso de gordura, glândula e pele da mama, para remodelar a um tamanho ideal e proporcional ao corpo, visando eliminar os desconfortos relacionados às mamas grandes.Redução mamária: saúde e beleza para sua vidaMamas de tamanho acima da media podem causar problemas de saúde e emocionais nas mulheres. Podem comprometer a autoestima, causar distúrbios de autoimagem, além de causarem dores e desconforto na coluna e ombros.

O excesso de peso mamário pode influenciar na capacidade de viver ativamente, atrapalhando a execução de varias atividades físicas. O desconforto emocional e a autoconfiança associada às mamas grandes e pesadas são um assunto sério para muitas mulheres por causa da dor e desconforto.

Essa cirurgia está indicada para mim?

Redução mamaria é uma cirurgia altamente individualizada e você deve decidir fazê-la por si próprio, e não por desejo de alguém, ou para tentar se adequar a imagem de outro alguém.

Redução mamaria é uma boa opção para você se:

– Está fisicamente saudável
– Têm expectativas reais
– Não fuma
– Está incomodada com o tamanho das mamas
– Seus seios limitam suas atividades físicas
– O excesso de peso dos seios esta te causando dores no pescoço, costas e ombros
– O tamanho dos seios esta causando irritações embaixo das mamas devido ao suor e humidade
– Seus seios estão caídos e a pele flácida
– Suas aréolas estão posicionadas abaixo do normal causando aspecto envelhecido
– Suas aréolas estão alargadas devido ao estiramento da pele

Quanto custa uma redução mamaria?

O custo de uma cirurgia eletiva sempre varia de acordo com as taxas hospitalares, honorários relativos à anestesia e à experiência da equipe medica, dependendo da região geográfica.

O preço da redução mamaria inclui:
– Honorários do cirurgião e equipe
– Taxas de centro cirúrgico e hotelaria hospitalar
– Taxa de anestesia
– Medicações pós-operatórias
– Soutien pós-cirúrgico
– Exames pré-operatórios

Sua satisfação envolve mais do que um custo
Quando escolher um cirurgião plástico para realizar uma redução mamaria, lembre-se que a formação e experiência do profissional são pré-requisitos essenciais para a melhor condução do seu caso. Certifique-se que o cirurgião plástico seja associado à Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. O medico precisa ter 6 anos de formação acadêmica, 2 anos de especialização em cirurgia geral e mais 3 anos em cirurgia plástica, totalizando 11 anos no total, complementado por uma avaliação escrita e oral para obtenção do titulo de especialista ao final da formação.

O que você precisa saber antes de uma cirurgia de redução mamária?

O sucesso e a segurança da sua cirurgia dependem muito da sua sinceridade e honestidade durante a consulta medica. Serão feitas varias perguntas sobre sua saúde, hábitos de vida, desejos e expectativas.

Será discutido sobre:
– O porquê que você quer a cirurgia, suas expectativas e desejos
– Condições medicas, alergia à drogas e tratamentos médicos
– Uso de medicações diárias, vitaminas, fitoterápicos, álcool, tabaco e drogas
– Cirurgias prévias
– Historia familiar de câncer de mama e resultados de mamografias e biopsias previas

Seu cirurgião plástico também vai:
– Avaliar seu estado geral de saúde e fatores de risco relacionados a doenças crônicas e hábitos não saudáveis.
– Tirar fotografias para arquivo medico
– Discutir as opções de tratamento
– Discutir complicações e riscos inerentes à cirurgia de redução mamária

Riscos e segurança na redução mamária

A decisão de se submeter a uma mamaplastia redutora deve ser pessoal, e você terá de decidir se os benefícios da cirurgia valerão os possíveis riscos e complicações inerentes ao ato cirúrgico.

A equipe cirúrgica poderá te explicar com detalhes as possíveis complicações da cirurgia. Você tem que perguntar e sanar todas suas duvidas, e após isso assinar um termo de consentimento dizendo que obteve total entendimento sobre a cirurgia, seus riscos e complicações.

Possíveis riscos associados à redução mamária:
– Cicatriz inestética
– Hematoma (acúmulo de sangue)
– Infecção
– Seroma (acúmulo de líquidos)
– Cicatrização demorada
– Perda de pele
– Coágulos sanguíneos
– Alterações na sensibilidade da aréola que podem ser permanentes ou temporárias
– Riscos da anestesia
– Inchaço prolongado
– Coloração anormal da pele
– Necrose da pele
– Necrose da gordura
– Assimetria
– Flacidez recorrente
– Dor persistente
– Trombose venosa profunda, cardíaca ou pulmonar
– Inchaço persistente nas pernas
– Danos nervosos, musculares ou pulmonares durante a cirurgia podem ocorrem e serem temporários ou permanentes
– Possibilidade de revisão cirúrgica
– Resultados estéticos desfavoráveis

Você precisa saber que:
– reduções mamárias podem interferir em resultados de exames diagnósticos futuros
– piercing mamário ou da aréola podem causar infecções
– a capacidade de amamentar pode ser prejudicada em alguns casos, converse com seu cirurgião acaso você esteja querendo ter filhos e amamenta-los
– a redução mamaria pode ser realizada em qualquer idade, porem melhor quando já estão totalmente desenvolvidos
– mudanças nas mamas durante gestações e envelhecimento, bem como alterações de peso podem alterar a forma e o resultado das mamas após a cirurgia.

Você precisará de ajuda

Tenha certeza de pedir a algum amigo ou familiar, para te ajudar desde a ida ao hospital, da saída e nos cuidados em casa, pois você vai precisar.

Preparando-se para uma redução mamaria

Antes da cirurgia você deverá:
– apresentar testes laboratoriais e resultados de exames
– tomar certas medicações e ajustar outras
– parar de fumar pelo menos 3 semanas que antecedem a cirurgia para evitar problemas com a cicatrização
– evitar o uso de aspirina, antiinflamatorios e fitoterápicos que aumentam o sangramento

Instruções especiais que você receberá
– sobre o que fazer um dia antes da cirurgia
– o tipo de anestesia a ser realizada durante a redução mamária
– sobre cuidados pós-operatórios e acompanhamento

Passo a passo da cirurgia de redução mamaria

O que acontece durante a cirurgia de redução mamaria? Sua mamaplastia redutora pode ser realizada mediante diferentes técnicas e tipos de incisões, terminando com cicatrizes em volta da aréola, em raquete ou em T invertido. A técnica apropriada para você será determinada pelo:
– Tamanho e forma das mamas
– Tamanho e posição das aréolas
– Grau de flacidez da pele mamária
– Qualidade e elasticidade da pele, bem como o excesso de pele existente

Etapa 1 – Anestesia
Medicações serão administradas para seu conforto durante a cirurgia. Poderá ser realizada com anestesia local e sedação, peridural ou anestesia geral dependendo do que for melhor pra você.

Etapa 2 – Incisões ou Cortes
Existem 3 tipos de incisões
– Periareolar ou (em volta da aréola)
– Periareolar e embaixo verticalmente ligando a aréola ate o sulco mamário formando o desenho de uma raquete
– Periareolar, embaixo da aréola verticalmente ate o sulco mamário e horizontalmente pelo sulco mamário formando o desenho de um T invertido

Normalmente essa três incisões estão presentes na cirurgia da redução de mama.

Etapa 3 – Remodelando seus seios
Após o cirurgião realizar as incisões:
– Ele retira o excesso de glândula e gordura, preservando as aréolas com sua vascularização sanguínea e suprimento nervoso.
Após isso ele remonta a glândula mamaria que permaneceu
O tecido mamário restante é então levantado e remodelado para melhorar o contorno e firmeza da mama
A aréola é reposicionada retomando um aspecto mais jovial
Se necessário as aréolas também são diminuídas
Excesso de pele é retirado para compensar a perda de elasticidade

Etapa 4 – Fechando as incisões
Ao final da cirurgia, as mamas estarão remodeladas e o excesso de pele, glândula e gordura removidos, assim o restante é fechado esticando o restante de pele.

Algumas incisões são colocadas em volta de estruturas anatômicas tornando-as camufladas seja em volta da aréola ou no sulco, porem a incisão vertical fica sempre visível, podendo melhorar com o passar dos meses.

Suturas internas e externas, cola cirúrgica e fitas adesivas são utilizadas para o fechamento e curativo das mamas operadas

Etapa 5 – Resultado
Os resultados da sua cirurgia de redução mamária são imediatos. Com o tempo o inchaço cede e as cicatrizes melhoram gradativamente.

Algumas cirurgias podem necessitar de revisão, seja para melhorar as cicatrizes que podem se alterar, ou para outros fins.

Satisfação com a sua imagem renovada, obtendo os seios em posição e forma mais jovem, só continuara a crescer após a cirurgia.

Recuperação da mamaplastia redutora

Seguindo os dias de recuperação, curativos e bandagens serão aplicados sobre as incisões e você devera usar a malha compressiva para suportar bem a pele e diminuir o inchaço.
Um dreno é utilizado de rotina, que vai retirar todo o liquido e sangue em excesso que se acumula por dentro das mamas. É retirado normalmente em alguns dias.

Você recebera instruções especificas para melhorar sua recuperação como:
– como retirar os líquidos que são coletados pelo dreno
– como tomar as medicações prescritas
– cuidados com os curativos
– posições para dormir
– utilizar o soutien pós-cirúrgico

Esteja certo de perguntar ao seu cirurgião plástico questões especificas sobre o que esperar durante a recuperação como:
– Para onde vou após o termino da minha cirurgia?
– Que medicações precisarei tomar?
– Quando serão retirados os pontos?
– Quando poderei retornar às atividades físicas?
– Como serão os retornos e acompanhamento pós-cirúrgico?

Resultados da redução mamária
Os resultados da redução mamária são duradouros. O novo tamanho das suas mamas te ajudarão a aliviar a dor e as limitações físicas presentes antes da cirurgia.

Sua autoimagem e autoestima estarão melhoradas e novas perspectivas virão sem o peso excessivo que você carregava antes.

No entanto, devido ao envelhecimento, aumento de peso, gravidade e alterações hormonais poderão continuar alterando a forma das suas mamas e o resultado da cirurgia redutora.