Remove o excesso de pele e gordura abdominal baixa sem a necessidade de se refazer o umbigo (Neoonfaloplastia), indicada quando o paciente possue o umbigo localizada em região mais alta e quando o excedente de pele do abdômen inferior não é o bastante para se indicar uma abdominoplastia convencional.


O que é a Miniabdominoplastia?

É a cirurgia que remove o excesso de pele e gordura abdominal baixa sem a necessidade de se refazer o umbigo (Neoonfaloplastia), indicada quando o paciente possue o umbigo localizada em região mais alta e quando o excedente de pele do abdômen inferior não é o bastante para se indicar uma abdominoplastia convencional.

Quanto custa uma Miniabdominoplastia?

– Honorários do cirurgião e equipe
– Taxas de centro cirúrgico e hotelaria hospitalar
– Taxa de anestesia
– Medicações pós-operatórias
– Vestimenta pós-cirúrgica
– Exames pré-operatórios

Sua satisfação envolve mais do que um custo
Quando escolher um cirurgião plástico para realizar uma miniabdominoplastia, lembre-se que a formação e experiência do profissional são pré-requisitos essenciais para a melhor condução do seu caso. Certifique-se que o cirurgião plástico seja associado à Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. O medico precisa ter 6 anos de formação acadêmica, 3 anos de especialização em cirurgia geral e mais 3 anos em cirurgia plástica, totalizando 11 anos no total, complementado por uma avaliação escrita e oral para obtenção do titulo de especialista ao final da formação.

A Miniabdominoplastia é uma boa opção para você se:

– Esta fisicamente bem de saúde e mantém um peso estável
– Tem expectativas reais
– Não fuma

Apesar de que os resultados de uma miniabdominoplastia são tecnicamente permanentes, a aparência final pode ser alterada por flutuações de peso. Por essa razão, indivíduos que planejam grandes perdas ponderais, emagrecimento intenso ou mulheres que planejam ter mais filhos devem ser encorajados a postergar a cirurgia.

O que esperar durante uma consulta de miniabdominoplastia

O sucesso e a segurança da sua cirurgia dependem muito da sua sinceridade e honestidade durante a consulta medica. Serão feitas varias perguntas sobre sua saúde, hábitos de vida, desejos e expectativas.

Será discutido sobre:

– O porquê que você quer a cirurgia, suas expectativas e desejos
– Condições medicas, alergia à drogas e tratamentos médicos
– Uso de medicações diárias, vitaminas, fitoterápicos, álcool, tabaco e drogas

Seu cirurgião plástico também vai:

– Avaliar seu estado geral de saúde e fatores de risco relacionados a doenças crônicas e hábitos não saudáveis.
– Tirar fotografias para arquivo medico
– Discutir as opções de tratamento
– Discutir complicações e riscos inerentes à cirurgia de abdominoplastia

Preparando-se para uma miniabdominoplastia

Antes da cirurgia você deverá:
– apresentar testes laboratoriais e resultados de exames
– tomar certas medicações e ajustar outras
– parar de fumar pelo menos 3 semanas que antecedem a cirurgia para evitar problemas com a cicatrização
– evitar o uso de aspirina, anti-inflamatórios e fitoterápicos que aumentam o sangramento

Instruções especiais que você receberá
– sobre o que fazer um dia antes da cirurgia
– o tipo de anestesia a ser realizada durante a miniabdominoplastia
sobre cuidados pós-operatórios e acompanhamento

Riscos e segurança na miniabdominoplastia

A decisão de se submeter a uma miniabdominoplastia deve ser pessoal, e você terá de decidir se os benefícios da cirurgia valerão os possíveis riscos e complicações inerentes ao ato cirúrgico.

A equipe cirúrgica poderá te explicar com detalhes as possíveis complicações da cirurgia. Você tem que perguntar e sanar todas suas dúvidas, e após isso assinar um termo de consentimento dizendo que obteve total entendimento sobre a cirurgia, seus riscos e complicações.

Possíveis riscos associados à miniabdominoplastia:

– Cicatriz inestética
– Hematoma (acumulo de sangue)
– Infecção
– Seroma (acumulo de líquidos)
– Cicatrização demorada
– Perda de pele
– Coágulos sanguíneos
– Alterações na sensibilidade da pele
– Riscos da anestesia
– Inchaço prolongado
– Coloração anormal da pele
– Necrose da pele
– Necrose da gordura
– Assimetria
– Flacidez recorrente
– Dor persistente
– Trombose venosa profunda, cardíaca ou pulmonar
– Inchaço persistente nas pernas
– Danos nervosos
– Possibilidade de revisão cirúrgica
– Resultados estéticos desfavoráveis

Você precisará de ajuda
Tenha certeza de pedir a algum amigo ou familiar, para te ajudar desde a ida ao hospital, da saída e nos cuidados em casa, pois você vai precisar.

Passo a passo da miniabdominoplastia

O que acontece durante a cirurgia de miniabdominoplastia?

Passo 1 – Anestesia
Medicações serão administradas para seu conforto durante a cirurgia. A escolha entre peridural com sedação intravenosa ou anestesia geral vai depender de suas condições de saúde e respiratórios. O anestesista vai decidir qual a melhor opção.

Passo 2 – A Incisão
Uma miniabdominoplastia total necessita de um corte horizontal que passa de uma espinha ilíaca (parte mais alta do osso da bacia) a outra por cima do púbis. O tamanho e forma da incisão dependerão da deformidade a ser corrigida.

Através desse corte, o excesso de pele e gordura são retirados, o umbigo é descolado e reposicionado mais abaixo, retomando a forma jovial ao abdômen.

O umbigo continua intacto externamente, ficando apenas mais baixo que anteriormente, não necessitando de cicatriz no umbigo.

Passo 3 – Fechando as incisões
Suturas por planos, com fios absorvíveis ou inabsorvíveis, fitas adesivas e colas são utilizadas, bem como a vestimenta pós-cirúrgica.

Passo 4 – Resultados
Sua miniabdominoplastia resultara em um abdômen mais plano e sem dobras, com a musculatura firme, cintura e contorno bem definidos, mais proporcionais ao seu tipo de corpo e peso.

O resultado final pode ser inicialmente mascarado por causa do inchaço e pela incapacidade de entender corretamente o corpo nas primeiras semanas após a cirurgia.

Em duas a três semanas você estará estendendo o corpo corretamente e com a nova forma do abdômen.

Recuperação da miniabdominoplastia

Seguindo os dias de recuperação, curativos e bandagens serão aplicados sobre as incisões e você devera usar a malha compressiva para suportar bem a pele e diminuir o inchaço.
Um dreno é utilizado de rotina, que vai retirar todo o liquido e sangue em excesso que se acumula por dentro da barriga. É retirado normalmente em alguns dias.

Você receberá instruções especificas para melhorar sua recuperação como:

– como retirar os líquidos que são coletados pelo dreno
– como tomar as medicações prescritas
– cuidados com os curativos
– formas de caminhar e posições para dormir

Esteja certo de perguntar ao seu cirurgião plástico questões especificas sobre o que esperar durante a recuperação como:

– Para onde vou após o termino da minha cirurgia?
– Que medicações precisarei tomar?
– Quando serão retirados os pontos?
– Quando começarei a fazer as drenagens linfáticas?
– Quando poderei retornar às atividades físicas?
– Como serão os retornos e acompanhamento pós-cirúrgico?

Cirurgias abdominais prévias poderão limitar o resultado final da cirurgia e mulheres que fizeram cesarianas poderão ter a cicatriz incorporada à nova da miniabdominoplastia.