Aumento das mamas – Prótese de mamas – Silicone – Mamaplastia de aumento

Cirurgia de aumento das mamas é procedimento cirúrgico de colocação de um implante de silicone abaixo dos seios para aumentar volume, forma, simetrizar e resgatar volume perdido após a amamentação.


O que é mamaplastia de aumento?

A cirurgia de aumento de mamas é uma das mais realizadas hoje na cirurgia plástica

Tem como objetivo incluir uma prótese de silicone abaixo dos seios para:
– Aumentar um seio naturalmente pequeno
– Restaurar volume perdido do seio após amamentação ou emagrecimento
– Simetrizar mamas de tamanhos diferentes

Quanto custa uma cirurgia de aumento de mamas?

Os custos totais da cirurgia incluem:
– Taxa do centro cirúrgico hospitalar
– Honorários do anestesista
– Honorários do cirurgião plástico
– Honorários do cirurgião assistente
– Honorários da instrumentadora
– Custo da prótese de silicone
– Soutiens pós-cirúrgicos
– Medicamentos no pós-operatório
– Exames pré-cirúrgicos

Aumento de mamas antes e depois?

Se você está insatisfeita com o tamanho de suas mamas, a cirurgia de aumento de mamas está indicada. Esta cirurgia pode:

– Aumentar o volume e a projeção dos seios
– Melhorar o equilíbrio corporal
– Aumentar a autoestima e autoconfiança

O que a cirurgia não faz:

– Não corrige seios caídos
– Não reposiciona aréolas caídas

Nestes casos esta indicada a cirurgia de Mastopexia que é o reposicionamento e levantamento das mamas e aréolas. Pergunte ao seu cirurgião plástico

Aumento de mamas é uma boa opção se:

– Você está bem de saúde
– Você tem expectativas alcançáveis
– Seus seios já estão totalmente desenvolvidos
– Você pensa que seus seios são muito pequenos
– Você está insatisfeita com a forma e volume dos seus seios após amamentar ou emagrecer
– Seus seios são assimétricos
– Se um dos seios ou ambos não se desenvolveram até a fase adulta

Preparando-se para uma cirurgia de aumento de mamas

Converse bastante com seu cirurgião plástico e tire todas suas duvidas durante as consultas antes da cirurgia

– Realize exames pré-cirúrgicos
– Ajuste certos medicamentos
– Realize ultrassonografia ou mamografia mamária
– Pare de fumar perto da sua cirurgia
– Evite uso de aspirina e anti-inflamatórios, ginkgo biloba e Vit E, pois aumentam o sangramento por diminuir a coagulação

O cirurgião vai discutir com você como o procedimento será feito e aonde o implante será colocado para poder atingir melhor seu objetivo, escolhendo o tipo de incisão e plano de colocação.

Você vai precisar de ajuda, portanto converse com alguém que poderá te ajudar nas próximas 3 semanas para poder dirigir, te ajudar a colocar roupas, e lavar seu cabelo.

Riscos e segurança na mamaplastia de aumento

O sucesso da sua cirurgia de aumento mamário com prótese de silicone dependera bastante da sua honestidade durante a consulta médica, esclarecendo todas suas dúvidas e ajudando o cirurgião a decidir o tamanho desejado. Sendo que é essencial que você escolha um cirurgião qualificado pela SBCP – Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, que tem o treinamento para realizar sua cirurgia com segurança e também resolver quaisquer que sejam as complicações que podem ocorrer.

Esteja preparada para discutir sobre:
– Porque você quer aumentar os seios, quais suas expectativas e desejos
– Condições de saúde, alergias e tratamentos médicos
– Uso de medicações diárias, vitaminas, suplementos fitoterápicos, álcool, tabaco e drogas
– Cirurgias prévias
– História familiar de câncer de mama, resultados de mamografias e biópsias

O cirurgião também vai:
– Avaliar seu estado de saúde e condições atuais, doenças crônicas ou metabólicas e fatores de risco
– Examinar seus seios, tomar medidas do tamanho e forma e qualidade da pele
– Tirar fotografias
– Discutir as opções e recomendar o melhor tratamento
– Discutir riscos e complicações possíveis
– Discutir o tipo de anestesia aplicada, incisão e local de inclusão

Fatos importantes sobre aumento mamário com prótese de silicone, riscos e complicações.

A decisão de aumentar os seios por meio cirúrgico é extremamente pessoal e você terá de decidir se os benefícios irão alcançar seu desejo e se os riscos e complicações são aceitáveis.

Os riscos e complicações após a cirurgia são:
– Cicatriz hipetrófica ou queloideana
– Hematoma (sangramento)
– Infecção
– Cicatrização demorada
– Alterações de sensibilidade da aréola e mamilo temporários ou permanentes
– Contratura capsular (formação de um tecido rígido ao redor da prótese)
– Ruptura do implante
– Seroma
– Coágulos sanguíneos
– Riscos anestésicos
– Rippling ( ondulações e dobras na pele causadas pela prótese)
– Trombose venosa profunda, cardíaca e complicações pulmonares
– Possibilidade de cirurgia revisional
– Dor persistente

Apesar das complicações com os implantes, eles não afetam a glândula mamaria. Os estudos não demonstram ligações concretas entre implante de silicone e doenças autoimunes ou sistêmicas.

Outras considerações importantes
Implantes de silicone não duram a vida toda e tem prazo de validade, necessitando a troca a cada 10 anos em média.

Gravidez, amamentação, menopausa e perda de peso influenciam diretamente no tamanho das mamas durante o curso da vida, podendo alterar a forma e tamanho, necessitando de novas intervenções.

Etapas da cirurgia de aumento mamário

O que acontece durante a cirurgia de aumento mamário?

Etapa 1 – Anestesia
Medicações serão administradas para seu conforto durante a cirurgia. Poderá ser realizada com anestesia local e sedação, peridural ou anestesia geral dependendo do que for melhor pra você.

Etapa 2 – Incisão
As incisões mais utilizadas são pelo sulco mamário, pela aréola ou axila. Seu cirurgião te ajudará a escolher a mais apropriada para seu caso, dependendo do tamanho do implante e da sua anatomia particular

Etapa 3 – Escolha do implante
Tamanho e forma são importantes, por isso seja honesta com seu cirurgião sobre suas expectativas

O tipo de implante e tamanho não dependem somente do desejo, mas também da anatomia, flacidez de pele e biotipo.

Etapa 4 – Inserindo e posicionando a prótese
Após a incisão, é confeccionado a loja aonde será inserida a prótese que pode ser:

– embaixo da glândula mamária
– embaixo do músculo peitoral
– ou dois planos ( abaixo da glândula na parte inferior e abaixo do músculo na parte superior)

Etapa 5 – Fechamento
As incisões são fechadas com fios absorvíveis e é deixado um dreno de sucção a vácuo para retirar líquidos e sangue que se acumulam na loja junto com a prótese durante 3 a 5 dias.

Recuperação da cirurgia de aumento mamário

Após a cirurgia, dependendo do tipo de anestesia, a paciente poderá retornar a sua casa ate no mesmo dia 12h após ou no outro dia 24h após.

Terá que utilizar um soutien cirúrgico que assegura o posicionamento correto da prótese evitando seu deslocamento durante o período de 30 dias. Reduzir esforços e atividades diárias, com limitações de movimentos principalmente nas duas primeiras semanas.

Os curativos são realizados diariamente aplicando álcool ou outro antiético pelo menos duas vezes ao dia encima da incisão

Seu cirurgião te prescrevera medicamentos que deverão ser tomados e utilizados a risca para determinar o melhor para sua recuperação

Evitar dormir de bruço por 30 dias e de lado total por no mínimo 15 dias.

Retorno as atividades normais diárias com 3 semanas e exercícios físicos após 30 dias.

Em casa
Já em casa, recuperando da cirurgia, você poderá nos primeiros dias ter episódios de rebaixamento da pressão arterial por conta dos anestésicos que ainda circulam no sangue e pelo trauma cirúrgico. Falta de ar, dores, palpitações e outros sintomas podem ocorrer, necessitando que você procure assistência medica principalmente em uma emergência clinica hospitalar, contacte seu cirurgião de imediato, mas procure em primeiro lugar o hospital de urgências mais próximo.

A prática da medicina não é exata, fazendo com que os resultados variem, podendo então ser indicado reintervenções posteriores.

Cuidado
Seguir à risca as instruções do seu cirurgião é essencial para sua perfeita recuperação, o resguardo é importantíssimo para assegurar que o implante permaneça exatamente aonde foi colocado, evitando deslocamentos ou contraturas capsulares. O uso dos medicamentos também devem ser respeitados assim com os curativos.